sexta-feira, 9 de abril de 2010

Opera Cake

Meu marido estava me pedindo para fazer um Opera Cake para ele há algumas semanas (ou meses?). Depois de ver uma foto deste bolo em camadas no blog do David Lebovitz ele ficou simplesmente obcecado com a imagem, sem nunca ter provado. Chegou a me mandar uma receita por email para me lembrar do seu pedido.


Imprimi a receita que ele pegou no Epicurious e me meti na cozinha. Na verdade tive que voltar ao computador algumas vezes para converter medidas e até para checar alguns termos em inglês que eu nunca havia lido em receitas.



À primeira vista a receita parece bem complicada, até porque eu nunca vi este bolo na minha frente, só em fotos na internet. São 4 itens que formam as camadas da sobremesa: um almond sponge cake - espécie de pão-de-ló com farinha de amêndoas, que por sinal não encontrei no Rio e portanto tive que improvisar processando as amêndoas com açucar de confeiteiro -, um xarope de café, um buttercream de café e um glacê de chocolate. Mas cada parte é bem simples, então é uma receita trabalhosa mas não é tão complicada quanto parece.






Como estava meio sem tempo tive que fazer o bolo em um dia e os outros 3 itens no dia seguinte, mas isso não alterou em nada a receita original. Meu único erro foi ter cortado o bolo em vários retângulos, como eu havia visto nas fotos, porque a receita que peguei estava com uma parte faltando e só fui reparar nisso depois de ter terminado tudo, quando li os reviews no site. Aliás, essa foi uma boa lição: leia sempre os comentários antes de começar a preparar a receita. Neste caso algum santo postou o parágrafo que estava faltando, que explicava justamente como cortar o bolo em 2 quadrados e 2 retângulos, e não em 14 retângulos como eu fiz. Mas no final das contas acabou dando tudo certo.



É uma sobremesa muito bonita (os meus ficaram meio tortinhos porque exagerei na generosidade das camadas, mas da próxima vez ficarão lindos!) e deliciosa, vale a pena todo o trabalho.
E a melhor parte é que meu marido amou, ai dele se não gostasse...

2 comentários:

  1. Eduardo Albuquerque13 de maio de 2010 22:54

    Eu odeio café

    mas DEUS DO CEU ficou muito bom esse opera cake

    muitos sabores..é realmente uma opera!

    ResponderExcluir
  2. hahaha, Dudu gênio! Não tinha pensado nessa explicação para o nome... Que bom que gostou!

    ResponderExcluir